Você já notou como as cores para pintar a área externa influenciam no design, no acabamento e até mesmo na sensação de aconchego de uma residência?

Pois é, por isso eleger o tom ideal para a fachada da sua casa requer um certo cuidado para não prejudicar a harmonia dos ambientes. 

E já que a TempoTem conta com um ótimo time de pintores que entendem do assunto, preparou este guia que lhe ensinará como escolher as melhores cores para pintar áreas externas residenciais, além de dicas secretas para deixar a pintura do seu lar muito mais bonita e duradoura.

Os primeiros estudos sobre as cores e como elas poderiam ser vistas pelo olho humano são bem antigos e foram dirigidos pelo físico Isaac Newton, por volta do século XVII.

Mas, vale dizer que Da Vinci já havia levantado brevemente o tema, cerca de 200 anos antes. 

Atualmente, a psicologia afirma que as tonalidades podem sim interferir no comportamento e nas emoções humanas. Ou seja, definir um tom para as paredes do lar realmente impactam no dia a dia da família.

Então, o nosso conselho é um só: antes de comprar a tinta para sua casa, confira todos truques que separamos para lhe ajudar a não errar na escolha das cores para pintar áreas externas. Vamos lá?

Como escolher as melhores cores para a área externa da casa?

A escolha cores para pintar área externa de uma casa vão além do estilo, cada cor  traz consigo uma sensação

Antes de mais nada, entenda que não existe uma regra definida que proíbe o uso de certas cores para pintar a área externa de uma casa. 

Afinal, com o auxílio de um bom designer de interiores ou um arquiteto — além de um pintor profissional para colocar as técnicas em prática —, dá para combinar qualquer tinta na fachada da sua residência e ainda deixá-la muito charmosa.

Porém, como essa etapa depende essencialmente do seu gosto pessoal, é necessário se ater a alguns pontos para poder chegar a uma cor e tonalidade que se adeque ao que você deseja visualizar no resultado final.

 Abaixo você descobre quais são esses pontos e no que eles podem influenciar:

Considere seu estilo

Você quer que sua casa tenha um ar mais tradicional ou deseja que a primeira impressão para todos que a veem de fora seja de modernidade e originalidade? 

As clássicas cores para pintar área externa, como marrom claro, branco, bege e off-white, são tipicamente usadas para manter o visual clássico, enquanto as tonalidades mais escuras e as combinações entre cores vibrantes e suaves ajudam a inovar a estética residencial.

E claro que nesse ponto a principal influência é o seu gosto pessoal. 

Afinal, o objetivo aqui é alinhar as tendências do momento com as suas próprias referências e assim tornar o projeto do seu lar e a decisão das cores para pintar áreas externas em algo harmonioso e com a cara da família.

De olho nas sensações

Mais do que observar as tendências na escolha das cores para pintar área externa da sua casa atente-se para o seu gosto

Se você quer que a sua residência passe a sensação de alegria, vivacidade e entusiasmo, não tenha medo em optar por cores para pintar a área externa que fujam do óbvio, como amarelo, laranja e até mesmo vermelho vivo.

Neste caso, lembre-se apenas que o essencial é acertar no jogo cores e na tonalidade, ok? 

Mas não se preocupe, pois sobre isso falaremos mais adiante.

Por outro lado, as cores frias e tons clean passam o sentimento de calma, tranquilidade e tendem a deixar os ambientes mais “quietos” em relação aos que são repletos de tintas quentes.

Combine a cor com o acabamento da fachada

Alguns tipos de tintas e de cores para pintar as áreas externas são capazes de realçar os acabamentos empregados em uma fachada. 

Logo, também podem destacar pequenas imperfeições da parede, do revestimento ou da textura — e por isso é válido estar de olho também nestes detalhes para não prejudicar o resultado da pintura.

E não esqueça de checar com o seu arquiteto ou com um pintor de confiança qual o tipo de tinta ideal para aplicar na área externa da sua casa, ok?

Afinal, este cuidado serve tanto para melhorar o efeito final quanto para prolongar a duração da pintura.

5 dicas de cores para pintar áreas externas

Como já mencionamos, é possível sim aplicar qualquer cor na fachada de uma casa e conseguir ótimos resultados, desde que fazendo as combinações certas de tonalidade e de outras colorações complementares. 

No entanto, se o que você está precisando é de dicas infalíveis de cores para pintar área externa, aqui vão cinco sugestões que não têm erro. Olha só:

1. Tons neutros e terrosos

Para preservar o aspecto clean da casa, a combinação de tons terrosos e neutros pode ser uma opção

Os tons terrosos são excelentes recomendações de cores para pintar áreas externas, pois apesar de possuírem uma tonalidade mais encorpada, conseguem manter um ar discreto, suave e moderno.

Além disso, esse tipo de cor combina perfeitamente com todos os designs residenciais, desde os tradicionais até os mais ousados.

A combinação dos tons terrosos com os neutros também ajudam a preservar o aspecto clean da casa, mas dando aquele toque de personalidade e autenticidade para a fachada do ambiente. 

Ou seja, essa é uma ótima opção para quem quer fugir do óbvio sem medo de cometer gafes.

2. Verde e azul pastéis

Outra ideia para quem quer usar cores para pintar área externa que passam longe do clichê, mas ainda desejam manter um estilo mais neutro e tranquilo ao ambiente, é apostar nos tons pastéis, mais especificamente no azul e no verde.

 Essas duas cores frias são muito utilizadas nas fachadas de casas justamente por permitirem brincar com as tonalidades sem perder a elegância na estética.

Você pode optar por usar as duas cores isoladas ou até mesmo aplicar a técnica do tom sobre tom, usando diferentes tonalidades de uma mesma cor pastel. 

A sugestão é sempre combinar cores frias para empregar corretamente essa tendência que também conhecida como ton sur ton“.

3. Cores vivas em tonalidades amenas

Mas, se a sua intenção é deixar a casa mais alegre e poder se divertir com a escolha das cores para pintar área externa, fique à vontade para testar as diferentes tonalidades e texturas quentes e vivas

Saiba, inclusive, que dá para apostar em um bom amarelo ou até mesmo no vermelho, tudo isso sem deixar a sua fachada extravagante ou exagerada.

Para conciliar os tons eleitos, a dica é utilizar o disco cromático — também chamado de disco de Newton — e descobrir quais são as colorações complementares e qual opção se encaixa melhor com a sua escolha.

4. Combinações triangulares

Já que citamos o disco cromático, precisamos falar sobre as combinações triangulares, uma técnica simples que consiste em escolher três cores diferentes, mas que estão ligadas entre si formando um triângulo no círculo cromático.

Um exemplo bem ousado, mas que cai superbem para residências com estilos alternativos, é a combinação azul, laranja e verde.

Você pode empregar tal tendência mesclando-as, onde uma das cores para pintar áreas externas esteja na parede e as outras nos detalhes de portas e janelas, além dos objetos decorativos e das peças de acabamento final, como luminárias, corrimão e até mesmo poltronas e cadeiras que ficam na varanda.

5. Combinações análogas

Dentro do disco cromático, vale lembrar que é possível usar cores vizinhas na fachada da casa.

Para quem curte utilizar tons monocromáticos nas cores para pintar áreas externas, que tal dessa vez apostar nas combinações análogas

Ao contrário da tendência monocromática — que utiliza tons de uma mesma paleta para a tintura de uma fachada, por exemplo —, as combinações análogas são feitas de cores vizinhas dentro do disco cromático, como verde, azul e assim por diante.

Nesse estilo você pode usar diversas cores para pintar a área externa sem fugir da sua paleta de costume e ainda assim dar aquela inovada na estética da residência. 

Vale dizer que essa técnica é uma ótima alternativa para quem procura uma forma mais fácil de combinar as cores quentes entre si, mas tem medo de deixar o ambiente exagerado.

3 dicas para a pintura externa durar mais

Depois de decidir o projeto e as cores para pintar a área externa da casa, o seu desejo é que a fachada permaneça conservada como nova por muito tempo, acertamos? 

Se a resposta for sim, para que você possa aproveitar os melhores resultados de uma boa pintura e fazê-la durar muito mais, temos três dicas de ouro que lhe ajudarão nesta tarefa antes mesmo de pintar as paredes:

Escolha a tinta certa

Nada de tinta PVA para fachada, ok? Esse tipo de tintura tende a desbotar quando em contato com sol e umidade frequente, logo, acabará com o seu projeto em poucos meses. 

Algumas sugestões de produtos para fachadas e paredes externas são a tinta acrílica, tinta esmalte, tinta a óleo e tinta epóxi.

As cores para pintar áreas externas podem ser foscas ou brilhantes, essa questão depende apenas do seu gosto pessoal, do design e da disponibilidade de versão no modelo de tinta que você optou para o local.

Prepare as paredes corretamente

É importante que as paredes a serem pintadas estejam com o acabamento finalizado corretamente e limpas — além de lixadas, se for o caso — antes da pintura.

 Ou seja, tanto os pedreiros quanto os pintores da obra devem estar atentos a este ponto para não deixar que nenhuma falha prejudique o trabalho.

Prepare também a região em volta das paredes, como o chão, teto, portas e janelas.

Afinal, as cores para pintar a área externa devem preencher somente a região descrita no projeto e não respingar por todo o restante da casa.

Conte com um bom profissional

E se você quer um bom resultado, não basta apenas se empenhar na decisão das cores para pintar a área externa, você precisa também de um ótimo profissional para realizar o serviço do jeitinho que planejou.

 Na TempoTem, por exemplo, é possível encontrar um pintor de confiança e por um precinho popular que cabe no seu bolso. Vale acessar o site e conferir as ofertas.

Afinal, somente um bom pintor profissional poderá aplicar o tipo de tintura corretamente, seguindo a idealização do projeto e proporcionando um resultado de primeira qualidade.

Além do que dissemos anteriormente, é claro, tomar conta da parte de preparação e do isolamento da área que será trabalhada.

Depois de conferir todas essas dicas e descobrir como uma pintura residencial pode interferir no bem-estar de todos os moradores, você já sabe quais cores para pintar áreas externas irá utilizar no seu lar? 

Aproveite o momento para reunir a família e se divertirem escolhendo juntos as diferentes possibilidades de tons e combinações!

Autor

Gina Trancoso

17 anos de experiência em Data-driven Marketing, Digital, Performance, Fidelidade e CRM, em empresas como MercadoLivre, Walmart.com, Livelo e British Telecom – UK. Engenheira de Computação, estudiosa de Marketing e Negócios e apaixonada por pessoas, Comportamento do Consumidor, Tecnologia, Criatividade e Inovação. Mãe do Gui (4 anos), cantora de chuveiro, ex-bailarina e em constante evolução!

Deixe seu comentário