Poucas coisas são tão desagradáveis como ter que tomar banho quando o chuveiro não esquenta direito, não é? Especialmente nas estações mais frias, esse pode ser um problema frequente e até prejudicial para a saúde, já que a água fria no corpo quente é capaz de provocar resfriados e crises alérgicas. 

Então, se você quer saber porque o seu chuveiro não esquenta direito e descobrir como resolver esse problema sozinho (a), confira este guia preparado pela equipe de eletricistas da TempoTem.

O banho quente pode ser um verdadeiro relaxante muscular depois daquele dia intenso de trabalho. Mas, se o chuveiro não esquenta direito, se a água fica fria de repente ou mesmo se não aquece absolutamente nada, fica difícil desestressar o corpo e a cabeça nesse momento. 

E, além de atrapalhar a rotina, é importante destacar que identificar o quanto antes o que tem causado essa falha e solucioná-la imediatamente, é imprescindível para sua segurança e da sua família — afinal, com água e eletricidade não se brinca.

Então, para encontrar as respostas do seu dilema: “por que o meu chuveiro não esquenta?”, e saber as possíveis causas do problema e como resolvê-lo rapidamente, continue a leitura do manual até o final. 

Por que o chuveiro não esquenta direito?

Descubra todos os motivos para seu chuveiro não esquentar!

Problemas na fiação, disjuntor fraco ou baixa pressão: quando o chuveiro não esquenta direito é sinal de que há algum problema elétrico ou de potência que está interferindo no aquecimento da água. Ou seja, você precisará fazer um check-up nas instalações para descobrir onde está a falha. 

Para quem está preocupado(a) se perguntando “mas, por que meu chuveiro não esquenta?” e quer entender a fundo as quatro possíveis causas mais comuns do problema, abaixo explicamos cada uma em detalhes:

Problemas na fiação

Segundo a ABNT — Associação Brasileira de Normas Técnicas, toda a fiação elétrica da residência deve ter ao menos 1,5 mm² de espessura

Quando essa regra não é seguida, os fios acabam não sustentando a carga de energia e por isso o seu chuveiro não esquenta direito ou fica se desligando durante o banho, dando um sobressalto de água gelada no seu corpo.

Sendo assim, para resolver esse problema você precisará chamar um eletricista de confiança que fará a troca da fiação interna por uma nova que obedeça a espessura recomendada. 

Mas, atenção: se você não possui conhecimento nessa parte técnica, não se arrisque de fazer o reparo por conta. Os riscos são de incêndio, choque elétrico e curto-circuito.

Disjuntor fraco

Cada disjuntor possui um número que indica a sua potência para suportar diferentes tensões elétricas. 

Caso o chuveiro tenha uma potência maior do que a recomendada para o número do seu disjuntor, esse último frequentemente se desligará sempre que alguém estiver tomando um banho quentinho. E, além da água gelada, quando o disjuntor estiver ligado a outras instalações — como lâmpadas acesas, por exemplo — elas também serão desligadas.

Em situações como essa — que o chuveiro não esquenta direito e ainda atrapalha o funcionamento de outras partes elétricas da casa —, a solução é trocar o disjuntor por um mais potente

Dessa forma, você poderá até mesmo ter mais aparelhos ligados ao mesmo tempo sem correr o risco de dar queda na chave da peça.

Baixa potência do chuveiro

Em alguns casos, o chuveiro não esquenta direito por incompatibilidade do aparelho com as condições de instalação da residência. Apesar da fiação e do disjuntor estarem corretos, a água pode continuar fria por conta da pressão do líquido não ser correspondente à potência do chuveiro. 

Vale explicar que isso ocorre porque quanto maior a potência do chuveiro, maior sua capacidade de aquecer — logo, se a potência for baixa e vazão da água muito forte, não será possível aquecê-la completamente.

Desse modo, você precisará escolher um novo chuveiro, levando em consideração alguns pontos, como potência, capacidade de vazão, tamanho do espalhador, precisão de temperatura e pressurizador — para as casas e apartamentos que não possuem boa pressão de água. 

E, escolhendo bem o aparelho, você terá água quente e uma ducha ideal para os seus banhos serem mais confortáveis e relaxantes.

Água muito gelada

Sim, esse também pode ser um problema, principalmente durante o inverno nas regiões mais frias do país — quando as temperaturas ficam abaixo dos 15°C ou até mesmo chegando perto do 0º — e a água se torna ainda mais gelada do que o ambiente

Com este combo, o resultado é de um chuveiro que não esquenta direito, já que sua potência é indicada para aquecer água fria e não quase congelada.

Para resolver isto você poderá contar com duas opções. A primeira delas é trocar completamente a instalação do chuveiro por uma potência bem mais elevada, que virá também com uma nova fiação e um novo disjuntor. 

A outra hipótese é fazer a troca por um chuveiro a gás, que costuma ser bem mais quente se comparado com o elétrico.

Tabela de disjuntores

Como você pôde ver, aliar a potência, a tensão, a fiação e o disjuntor corretos é essencial para se livrar de uma vez dessas incompatibilidades e ter uma água aquecida para tomar banho a qualquer hora do dia.

Então, pensando nisso, trouxemos uma tabela completa para você se basear na hora de escolher o aparelho e as peças elétricas para o banheiro da sua residência. Dá uma olhada:

TENSÃOPOTÊNCIAFIAÇÃODISJUNTOR
127V2500425
127V3200430
127V4000640
127V4500640
127V4700640
127V55001050
220V25002,515
220V32002,520
220V4000425
220V4500425
220V4700425
220V5500430
220V6000430
220V6800635
220V7500640

Por que meu chuveiro não esquenta de jeito nenhum?

Cuidado: caso o problema persista, a resistência do seu chuveiro pode ter queimado!

Ok, você ainda pode estar se perguntando: “Mas e se o meu chuveiro não esquenta de jeito nenhum?”

Caso já tenha checado as possibilidades anteriores e a água continua completamente gelada, é possível que tenha uma peça queimada — que pode ser apenas a resistência ou mesmo o chuveiro completo — e, seja qual for ela, precisará ser substituída por uma nova.

Aqui vale dizer que é muito comum que o problema seja a queima da resistência do chuveiro — mas, a boa notícia é que essa peça tem preço acessível e é encontrada facilmente em qualquer loja de ferramentas ou de material para construção. 

A troca pode ser feita por você mesmo (a), mas antes de colocar a mão na massa é necessário desligar a energia do aparelho para desconectá-lo da tubulação, e só depois abrí-lo e fazer a substituição da resistência seguindo o manual do fabricante.

Já no caso do chuveiro queimado, se você optar por um novo modelo ou pela troca completa da instalação, é fundamental solicitar o serviço de um técnico.

Com o auxílio de um profissional você poderá entender porquê o seu chuveiro queimou, quais as melhores opções de peças para a sua necessidade e para a estrutura da sua casa, bem como qual a melhor marca do mercado.

Como evitar a queima da resistência do chuveiro?

Confira 4 dicas para prevenir possíveis problemas com seu chuveiro.

Quando o chuveiro não esquenta direito e a resistência começa a queimar com frequência, é hora de adotar hábitos que servirão para aumentar a durabilidade da peça. Banhos de até 8 minutos, atenção com a voltagem do banheiro e usar água morna são algumas das medidas.

Então, para te  ajudar a conservar o bom funcionamento do aparelho e ensinar como evitar a queima da resistência do chuveiro, a seguir elencamos os truques que você deve aderir na sua casa e explicamos como fazer isso. Olha só:

Banhos mais rápidos

O tempo de banho ideal deve durar em média cinco minutos. Por isso, até em dias que você precisar lavar o cabelo ou fazer a barba, tente não ultrapassar de oito minutos com o chuveiro ligado. 

Aqui, uma dica é sempre deixar essas tarefas para fazer na pia do banheiro ou mesmo com apenas uma ducha fria — que por sinal faz bem para as madeixas e para a pele da face.

Entenda que os banhos demorados, além de serem um grande desperdício de água e energia, desgastam muito mais rápido a sua resistência, encurtando significativamente o tempo de vida útil da peça e do próprio chuveiro. Portanto, tenha uma atitude sustentável e controle o tempo gasto embaixo d’água.

Temperatura moderada

Quando o chuveiro não esquenta direito e a resistência queima, a culpa pode ser da temperatura dos banhos da casa

Isso porque o superaquecimento da água também contribui para o desgaste da peça, diminuindo o seu tempo de vida útil. Logo, é por essa razão que no inverno as resistências queimam com ainda mais facilidade.

Para evitar o problema, tente manter a regulagem do chuveiro sempre na temperatura mediana e abrir bastante o registro para que a vazão de água seja maior, aquecendo menos a parte interna do aparelho. 

E, lembre-se de deixar os banhos mais quentes somente para as épocas realmente geladas, além de atentar-se a demorar no máximo cinco minutos no chuveiro.

Instalação compatível

Quando qualquer um dos itens listados na tabela que adicionamos no início deste guia não estiver compatível com o modelo da sua ducha, é comum perceber que o chuveiro não esquenta direito e a resistência queima até com banhos mornos e rápidos. 

Além disso, essas incompatibilidades na instalação traz o risco de curtos-circuitos que podem afetar a eletricidade da casa inteira.

Dessa forma, é muito importante evitar fazer “gambiarras”, utilizar materiais de má qualidade ou permitir que a instalação do chuveiro seja feita com as voltagens e potências erradas. 

Lembre-se que qualquer uma dessas falhas colocam em jogo não apenas o seu conforto com o chuveiro que não esquenta direito, mas também a segurança da sua família e um grande prejuízo com tantas peças danificadas.

Manutenções em dia

Ainda que tudo esteja devidamente instalado e a água do seu banho esteja quente, não vacile com as manutenções residenciais

Fique de olho se todos os equipamentos estão funcionando bem, faça as revisões periódicas e não hesite em chamar um profissional quando notar qualquer problema hidráulico ou elétrico.

Agora que você já sabe porquê o seu chuveiro não esquenta direito e o que precisa fazer para acabar de vez com esse incômodo, não adie mais a solução. Afinal, nada melhor que um banho na temperatura certa para revigorar as energias e começar e encerrar o seu dia com a melhor sensação de bem-estar

Caso você precise trocar seu chuveiro imediatamente, não se preocupe. É menos complicado do que parece! Saiba como trocar seu chuveiro de forma segura com nossas dicas abaixo.

Para você que procura um técnico de confiança para cuidar do bom funcionamento do seu lar — incluindo a instalação de chuveiros, trocas de resistências queimadas e demais reparos para o seu banho —, na TempoTem é possível encontrar online eletricistas, encanadores e técnicos especializados para todos os serviços residenciais que você procura —.

Para melhorar, a TempoTem possui o Plano Casa com 119 serviços residenciais disponíveis, desde prevenção e emergência, como chaveiro, encanador e eletricista até serviços de limpeza, instalação e trocas. 
Não perca tempo, clique no botão abaixo e instale ou troque seu chuveiro com a líder em serviços assistenciais: agende uma visita técnica online ou presencial agora mesmo!

Autor

Lourival Antonio da Silva Junior

23 anos de experiência na área de varejo com foco em bens e serviços dentro de empresas de grande porte como Submarino.com, Saraiva.com.br, Walmart.com e Wine.com.br. Mentor do E-Commerce Brasil, Palestrante, Apresentador, Terapeuta de PNL e curioso.

Deixe seu comentário