A cada ano, os estilos de decoração de casa ganham novas composições e tendências que prometem deixar os lares mais aconchegantes. Unindo as novidades do universo de décor com os gostos pessoais, é comum que em fases da vida surjam a vontade de mudar a estética dos ambientes ou torná-los mais práticos e funcionais. Se este é o seu caso,  continue a leitura deste manual de decoração que a TempoTem preparou com tudo sobre o tema.

Os estilos de decoração de casa cumprem um papel muito importante na hora de garantir a harmonia e o conforto de cada cômodo. Logo, conhecer um pouco mais sobre esses conceitos de design pode ajudar muito na hora de escolher as melhores tendências para deixar o seu cantinho do jeito que você imagina. 

Então, abra o bloco de notas do seu celular e anote todas as dicas e ideias especiais que separamos para você, a seguir.

Os 6 principais estilos de decoração de casa

Existem centenas de estilos de decoração de casa, que vão desde os mais convencionais e populares até os mais ousados, originais ou minimalistas. E, no momento de definir qual deles incrementar no seu lar, é importante observar se a composição como um todo representa a personalidade dos moradores, além de ficar de olho se aquela cor de parede, tapete, quadro ou formato de mesa fazem sentido dentro do seu projeto residencial.

Com isso em mente, fica fácil compreender que a melhor maneira de encontrar o estilo ideal para a sua casa é conhecendo alguns deles e descobrindo qual o conceito por trás de cada efeito estético

Então, pensando nisso, elencamos os seis principais estilos de decoração de casa, com dicas de peças que não podem faltar na organização de cada um e outras informações que podem ser úteis para você acertar na escolha. Confira!

1. Decoração minimalista

Valorize a simplicidade com a decoração minimalista.

O minimalismo está em alta e é um dos estilos de decoração de casa de maior destaque do século XXI. O conceito principal é baseado pela frase “menos é mais”, já que a ideia é optar pelo mínimo de peças que possam ocupar um espaço desnecessário e prejudicar a praticidade do ambiente. Assim, eliminando o excesso de informação, o minimalismo tende a deixar os locais menos estressantes e mais equilibrados.

Ou seja, uma casa minimalista consiste em utilizar somente o que for essencial para a decoração, valorizando a simplicidade da mobília e a beleza mais natural da residência. Para a organização desse tipo de estilo, as peças multifuncionais são o ponto alto, como aparelhos eletrônicos dois em um, armários com bancadas para refeição, entre outros.

2. Decoração maximalista

Em oposição ao minimalismo, temos um dos estilos de decoração de casa mais exuberantes: o maximalismo

Para quem não quer desapegar de nenhum item decorativo e gosta de ver a casa completa de peças que representam algo especial para a família — ou que simplesmente caiu no gosto dos seus moradores —, essa proposta, que surgiu por volta dos anos 70, é um prato cheio.

Para decorar uma casa com o maximalismo vale investir em cores, estampas, adornos e, principalmente, na criatividade para reunir todos estes itens em um só lugar. A tendência foca em utilizar paisagens e partes da natureza como decoração, mas você não precisa se restringir a essa regra. O principal é usar os elementos para contar uma história, seja a sua ou da própria casa, por exemplo.

3. Decoração escandinava

Inspirado nos estilos de decoração de casa de uma região bem específica da Europa, o design escandinavo consegue agrupar o seu charme próprio com a simplicidade do minimalismo. 

Assim, cores neutras, silhuetas e linhas retas são as principais composições para esse conceito de décor. Porém, é Importante destacar que uma casa escandinava não precisa manter somente o que é essencial, como acontece no minimalismo. Ou seja, aqui valendo somar um pouco mais de objetos na decoração.

Entre as peças que não podem faltar na organização escandinava estão as luminárias pendentes, os quadros com artes em preto e branco e as mobílias com uma estética mais clean, sem muitos adornos. 

Há quem prefira usar somente móveis amadeirados e rústicos para dar uma contraposição harmoniosa com as paredes off-white e se aventurar em peças mais modernas e com um toque industrial para enfeitar o restante dos cômodos.

4. Decoração contemporânea

Abra sua mente quando o assunto é decoração contemporânea.

E por falar em modernidade, um dos estilos de decoração de casa que une tecnologia, praticidade e uma estética única para os amantes dos tempos modernos é o design contemporâneo

As residências com esse estilo contam com uma arquitetura de conceito aberto, que valoriza os elementos e a luz natural, mas sem deixar de lado peças sofisticadas e high-techs que tornam a vida mais confortável.

Numa casa contemporânea, o vidro tem sido muito utilizado na composição da mobília, como em pias, mesas e outros itens decorativos. O concreto também é bastante aplicado de uma maneira um pouco diferente, como na cor de papéis de parede, de estruturas metálicas e, até mesmo, de bancadas e móveis envelopados.

5. Decoração clássica

Se os moradores gostam dos estilos de decoração de casa mais elegantes e imponentes, o clássico nunca sai de moda. Aqui, cada espaço da residência precisa receber adornos para equilibrar entre a exuberância e a delicadeza que só essa estética consegue promover, onde as referências artísticas e da realeza europeia dão um encanto maior para os ambientes.

Os estofados são indispensáveis para formar uma decoração clássica, portanto, cadeiras, cabeceiras e poltronas devem ser muito bem acolchoadas. Para as paredes, tanto pode ser usado um papel de parede com uma estamparia delicada e de tom neutro quanto também pode ser aplicada uma tintura convencional com cores mais escuras e marcantes, e deixar as tonalidades suaves para as mobílias.

6. Decoração vintage

Aproveite para abusar de antiguidades ao criar uma decoração vintage.

O vintage se refere àqueles estilos de decoração de casa compostos por peças antigas de verdade. Isto é, tanto os móveis quanto os itens decorativos são adquiridos em brechós, antiquários ou mesmo herdados da família. Afinal, a ideia é que tudo remeta a uma determinada época do passado — geralmente entre os anos 70 e 90 ou anterior a essas datas.

Os mobiliários antigos são o ingrediente principal para a decoração vintage, mas também é essencial ousar nos demais objetos e acessórios, como relógios de parede, vitrolas, cristaleiras, porta-retratos em preto e branco e assim por diante. 

Ah, e isso não significa que sua casa não pode conter aparelhos modernos e que facilitem seu dia a dia, mas eles com certeza não devem ser os protagonistas da decoração, ok?

Ideias práticas para decorar sua casa com estilo

Mas, e se depois de conhecer outros estilos de decoração de casa bater aquela vontade de transformar os ambientes que você já possui montados dentro da sua residência? Fique calmo! Temos truques especiais para isso e, mais abaixo, lhe mostraremos como realizar essa mudança sem gastar muito e reaproveitando itens que você já tem.

É importante saber que os estilos de decoração de casa são construídos a partir de três elementos, sendo eles: a cor e o acabamento dos ambientes, a iluminação e a mobília com os demais acessórios decorativos. Portanto, muitas vezes você precisa mexer em apenas um ou dois desses elementos para mudar a estética do seu lar. Quer saber como fazer isso na prática? Então, veja só nossas dicas:

Cor e acabamento das paredes

Como você pôde ver, os papéis de parede são muito usados para complementar os estilos de decoração de casa — e vez ou outra podem ser usados para reformar a tonalidade de alguns móveis —, mas eles não são a única opção. 

Os diferentes acabamentos também ajudam a criar uma estética nova no ambiente sem precisar mexer na sua mobília. Efeitos como o grafiato e o pátina, por exemplo, estão cada vez mais populares nos projetos residenciais, principalmente em casas contemporâneas e minimalistas.

Para dar aquele toque estiloso marcante no cômodo e garantir a durabilidade da pintura, é preciso escolher a cor e o tipo certo de tinta para cada acabamento. Portanto, na decisão, analise se a parede em questão é interna ou externa, se recebe luz direta do sol e chuva, se há necessidade de esconder alguma imperfeição no acabamento e, se entre o efeito fosco e brilhoso, qual se adaptará melhor ao estilo pretendido.

A iluminação do ambiente

Aposte em pendentes e lustres para aprimorar a iluminação da sua casa.

Acredite: a iluminação é capaz de mudar totalmente os estilos de decoração de casa. Isso porque além de estarmos nos referindo a intensidade e cor das luzes instaladas, também estamos falando dos pendentes e luminárias postos no local. 

Ou seja, dá para brincar bastante com a claridade e o efeito que ela provoca no ambiente, além de variar entre os modelos de lustres — que por si só já podem ser peças decorativas de muita personalidade.

As decorações clássicas e maximalistas sempre contam com alguns lustres luxuosos e uma claridade mais reduzida, com luzes amarelas. Já casas escandinavas e contemporâneas são bem claras, com lâmpadas mais fortes e brancas que dão mais amplitude para os espaços — lembrando que a iluminação natural também é importante nesses tipos de design. 

Ah, e vale citar que os pendentes e/ou luminárias de apoio são sempre boas pedidas para a regulagem de luz quando necessário, ok? Use e abuse dessas dicas!

Mobília e peças decorativas

Quando o assunto é estilos de decoração de casa, a mobília é o primeiro elemento que vem em mente, acertamos? Pois bem, de fato, os móveis são fundamentais para a construção de um lar aconchegante, harmonioso e funcional.

Para esta etapa, como citamos anteriormente, você pode aproveitar os papéis de parede e as técnicas de envelopamento para transformar peças domésticas. Mas, uma dica ainda mais útil é sempre optar por cores e materiais neutros na hora da aquisição, como móveis brancos, pretos ou de madeira, que nunca saem de moda.

E para todos os estilos de decoração de casa, os acessórios que não podem faltar são os quadros e obras de seus artistas preferidos dentro do design escolhido, os espelhos, as plantas e, claro, as suas próprias referências de estilo. 

Esses itens tendem a ser únicos em cada decoração, por isso, vale dar uma boa pesquisada antes de escolher os objetos e ter certeza de que eles condizem com a sua ideia de ornamentação, combinado?

Bom, tem bastantes ideias legais para aproveitar neste guia, não é mesmo? E, para arrasar na composição do seu estilo de decoração de casa, não se esqueça de contar com o serviço da TempoTem para efetuar pinturas, instalações, higienização de estofados e qualquer reparo residencial ou ajudinha que você precisar. 

Clique aqui para acessar a nossa plataforma online e conhecer todos os serviços profissionais disponíveis por um precinho que cabe em todos os bolsos!

E caso queira ser um prestador de serviços da TempoTem, é so baixar o nosso APP na Google Play e fazer parte do nosso time

Autor

Bianca Maria Dos Santos

Analista de produtos. Especialista em desenvolvimento de produtos e novas soluções na prestação de serviços. Curiosa do mundo dos e-commerces, marketplaces e marketing digital. Apaixonada por inovação, negócios, música e gastronomia.

Deixe seu comentário