A limpeza de cortinas é essencial, já que além de serem itens de decoração que integram a composição do ambiente, elas ajudam a blindar a entrada de luz para deixar o espaço mais aconchegante e harmônico — ou seja, não podem ser foco de sujeiras, não é mesmo?

Por isso, ter cortinas e persianas em casa é importante, mas garantir que estejam sempre higienizadas é fundamental para evitar problemas respiratórios, propagação de doenças e mau cheiro devido ao acúmulo de mofos, ácaros e até mesmo de gordura.

Mas atenção: antes de colocar sua cortina na máquina de lavar, vale lembrar que essas queridinhas dos amantes de decoração são confeccionadas com os mais diferentes tipos de tecidos — como algodão, seda e poliéster, por exemplo —, portanto cada estilo pede um cuidado diferente.

E já que a TempoTem é líder em soluções práticas para serviços residenciais e entende de limpeza de cortinas como ninguém, nós preparamos este guia com dicas para você aprender como fazer a higienização da cortina em casa de acordo com os panos e materiais que foram fabricadas.

Além disso, elencamos informações relevantes sobre a frequência que as mesmas devem ser lavadas. Vamos lá?

4 dicas para fazer a limpeza das cortinas em casa

Confira as 4 melhores dicas para uma limpeza de cortinas eficaz.

Para não estragar o tecido durante a limpeza de cortinas, saber quais são os produtos e procedimentos coringas, além de quais os limpadores específicos para cada estrutura, é essencial antes de iniciar a lavagem.

A primeira regra é: evite produtos com cloro e sabão em pó muito forte, pois ambos desbotam as cortinas com cores e estampas. Assim, já adiantamos que o detergente, o sabão neutro e o sabão de coco — além do enxágue em água fria — estarão presentes em quase todos os procedimentos.

Agora vamos às dicas práticas? Então, veja abaixo 4 segredos para não danificar nem manchar a sua cortina e garantir uma higienização eficaz sem mofos, bactérias e ácaros camuflados nos fios: 

1. Utilize o aspirador de pó

Ideal para a limpeza de cortinas entre a correria do cotidiano, o aspirador de pó é um item essencial dentro dos lares. Afinal, o aparelho consegue eliminar a poeira superficial do tecido sem você precisar molhar as cortinas ou retirá-las do lugar. 

Este é o investimento número 1 para pessoas com cortinas e tapetes em casa, já que o aspirador também é um aliado na manutenção de itens de decoração sempre limpinhos.

2. Aposte em misturas caseiras

Algumas receitas com produtos de fácil acesso em supermercados são ótimas pedidas para eliminar os ácaros e, juntamente do aspirador de pó, esses truques caseiros garantem que as limpezas de cortinas durem mais tempo e as lavagens sejam menos frequentes, economizando tempo e dinheiro.

O bicarbonato de sódio junto com o vinagre de álcool, por exemplo, formam uma misturinha coringa para quem está acostumado com a limpeza de cortinas e de estofados no dia a dia.

Para fazer este produtinho, você deve colocar ambos os ingredientes em um borrifador e aguardar até que pare de borbulhar. Feito isso, aplique o composto no tecido e passe um pano seco para retirar as manchas e sujeiras.

3. Saiba lavar cada tipo diferente de tecido

É importante conhecer os cuidados específicos de cada tipo de tecido antes de realizar a limpeza para garantir a qualidade do material por mais tempo.

Cada tecido de cortina possui suas especificações, da mesma forma que acontece com as roupas do nosso cotidiano. Afinal, a lavagem de uma calça jeans é muito diferente da higienização de blusas de seda, certo?

O processo é o mesmo para a limpeza de cortinas. Além disso, por se tratar de panos com comprimentos maiores e muitos detalhes, a atenção aqui deve ser redobrada

Mas não se desespere! A seguir, nós listamos alguns modelos de cortinas existentes e explicamos como lavar cada um. Confira:

Algodão comum e tergal

O algodão comum e o tergal podem ser lavados na máquina com sabão líquido ou sabão em pó comum para todos os tipos de roupas. Apenas tenha atenção com a água, que deve estar em temperatura ambiente para não danificar ou encurtar o tecido durante a limpeza da cortina.

Linho, algodão puro e seda

Por se tratar de tecidos bem delicados e fáceis de desfiar ou rasgar, o recomendado é que cortinas de linho, de algodão puro e de seda sejam higienizadas por profissionais. Afinal, empresas que oferecem o serviço sabem o procedimento correto de lavagem e contam com todos os produtos específicos para tais fios. 

Portanto, apesar do sabão neutro, por exemplo, não oferecer perigos, não vale a pena ter a sua cortina de seda danificada por uma tentativa de economizar na lavagem semestral, concorda?

Poliéster

A limpeza de cortinas de poliéster deve ser feita com água fria e sem utilizar amaciantes.

O poliéster tem problemas com o calor, já que altas temperaturas fazem esse tecido encolher. Por isso, neste caso, a limpeza de cortinas deve ser feita com água fria e acompanhada somente de sabão neutro ou de coco. Nunca use amaciante.

Além disso, o poliéster não deve ser centrifugado na máquina e muito menos colocado diretamente para secar na luz do sol, ok?

Renda

A renda é muito presente na cozinha das casas e dos apartamentos, já que serve como decoração e não para bloquear a saída de ar ou a entrada de luz. 

A limpeza de cortinas de renda também merece atenção. Assim, antes de colocá-las na máquina junto com o sabão, é necessário que você vá até uma loja especializada e compre um saco de proteção para que sua cortina rendada não rasgue ou desfie durante o processo.

Cortina romana

A cortina romana virou tendência mundial devido sua praticidade e excelente custo-benefício.

Muito vista em apartamentos e casas menores, a limpeza de cortinas desse material também é muito simples, onde apenas um aspirador e um pano úmido dão conta de eliminar a poeira e as sujeiras do local.

Blackout de PVC

A limpeza dos blackout de PVC pode ser feita até mesmo com a cortina pendurada. Para isso, passe o aspirador para eliminar o pó e finalize a higienização com uma esponja nova — e que não rasgue ou agrida a superfície —umedecida em uma mistura de detergente neutro ou sabão de coco e água.

Ah! Procure realizar essa manutenção durante o dia, para que o material seque naturalmente antes de você ir para a cama.

Veludo

As cortinas de veludo devem ser limpas com pano úmido e água morna.

Bastante utilizado no inverno — principalmente em lugares onde o frio é intenso, como casas de campo e chalés de montanhas —, o veludo, além de bloquear a entrada de ar frio, combina com a decoração rústica. 

Para a limpeza de cortinas de veludo, um pano úmido com água morna é o suficiente para retirar os pelos de animais e matar os ácaros que ficam na superfície.

Painel

A limpeza de cortinas no estilo painel — muito presentes em lares mais modernos e em apartamentos sofisticados — funciona da mesma forma que o blackout de PVC. A diferença é que o painel pode ser retirado do trilho de alumínio pela porca do parafuso, e com isso a higienização fica mais fácil — já que não é necessário utilizar escadas para alcançar lugares altos.

Outra parte importante para manter a sua casa perfumada e complementar a limpeza das cortinas é tirar a sujeira dos acessórios que são deixados à mostra junto com o tecido. E sobre eles falaremos logo abaixo.

4. Não esqueça de limpar os acessórios das cortinas

Por se tratarem de superfícies mais lisas — como metal, cerâmica, entre outros materiais —, o método é bem mais simples, porém também requer atenção e cuidados. 

Veja algumas formas de limpar os acessórios das cortinas para que a higienização dure muito mais tempo:

  • Acessórios feitos com acrílico ou resignados: retire o pó com um espanador ou uma flanela. Para eliminar manchas, você pode passar um pano úmido ou uma toalha com produtos desengordurantes;
  • Bandô de madeira: utilize o aspirador de pó quinzenalmente para que essa estrutura não fique mais escura ou manchada devido ao excesso de sujeiras;
  • Varão, trilho e argolas cromados ou de latão: para evitar que tais superfícies enferrujem, uma receita caseira eficaz é aplicar água morna com vinagre. Passe a misturinha quinzenalmente junto com um pano e, se estiverem desbotando, um polidor de metais pode ser aplicado — só tenha atenção para que o composto não caia sobre o tecido da cortina;
  • Varão, trilho e peças de alumínio ou de madeira: após retirar o excesso de poeira com o aspirador, a flanela ou o espanador, molhe um pano com bastante lustra-móvel e passe sobre o local, trazendo o brilho de volta. Aqui vale o mesmo cuidado da dica acima: tenha cautela para que o produto não caia na cortina.

Com qual frequência deve-se realizar a limpeza de cortinas?

Manter a limpeza de cortinas frequente é essencial para preservar a higienização e evitar problemas respiratórios.

A dúvida de muitas pessoas é a respeito da frequência com que se deve fazer a limpeza de cortinas. Já adiantamos que, mesmo que este item de decoração não tenha contato físico com os moradores da casa ou com outros objetos do lar, sua higienização precisa seguir um padrão. 

Assim, o ideal é passar um aspirador de pó em toda extensão da cortina semanalmente, onde esse cuidado pode ter um intervalo de, no máximo, 15 dias — já que depois disso a poeira e o ácaro podem causar alergias e outros problemas respiratórios aos residentes.

Já a limpeza mais pesada das cortinas, que envolve muitas vezes água, produtos e longos esfregões no tanque ou na máquina, deve acontecer de 6 em 6 meses quando instaladas na cozinha — devido a presença de gorduras e fumaças — e anualmente nos demais cômodos, como quartos e sala.

A limpeza de cortinas feita por um profissional é fundamental

Mesmo que a sua máquina seja potente e o tecido escolhido para sua casa não tenha muitos critérios de cuidados para seguir, diversas manchas podem passar despercebidas durante a limpeza de cortina caseira — além, é claro, de empecilhos domésticos, como a falta de um local arejado para secar o tecido corretamente dentro de apartamentos pequenos.

E uma coisa que devemos ter em mente é: lavar a cortina adequadamente aumenta a durabilidade do material, além de possibilitar cores mais bonitas — já que dessa forma não desbotam com facilidade.

Por isso, investir na limpeza de cortinas feita por um profissional vale muito a pena. Afinal, lembre-se que, além da estética do lar, este gasto anual com um serviço de lavagem especializado ajuda a prevenir uma série de doenças causadas por mofos, ácaros e bactérias que se alojam nos tecidos expostos pela casa.

E se te falta tempo para fazer a limpeza de cortinas, apresentamos a TempoTem. Nesta plataforma de serviços residenciais, o agendamento é feito online e os serviços são realizados por especialistas.

Para melhorar, a TempoTem possui o Plano Casa com 119 serviços residenciais disponíveis, desde prevenção e emergência, como chaveiro, encanador e eletricista até serviços de limpeza, instalação e trocas.

Ácaros e mofo nunca mais. Marque hoje mesmo uma higienização completa para suas cortinas na líder da serviços assistenciais!

Autor

Lourival Antonio da Silva Junior

23 anos de experiência na área de varejo com foco em bens e serviços dentro de empresas de grande porte como Submarino.com, Saraiva.com.br, Walmart.com e Wine.com.br. Mentor do E-Commerce Brasil, Palestrante, Apresentador, Terapeuta de PNL e curioso.

Deixe seu comentário